XXXII Simpósio Brasileiro de
Redes de Computadores e Sistemas Distribuídos

Florianópolis, 5 a 9 de Maio de 2014


Mensagem dos Coordenadores


Boas-vindas a todos os participantes do 32º Simpósio Brasileiro de Redes de Computadores e Sistemas Distribuídos (SBRC 2014). Através dos anos, o SBRC vem se consolidando com um dos principais eventos científicos da área de Informática no país, trazendo sempre conceitos e práticas inovadoras nas áreas de Redes de Computadores e Sistemas Distribuídos. Nos sentimos extremamente honrados pela confiança em nós depositada para realizar esse importante evento novamente em Florianópolis, Santa Catarina.

O SBRC se caracteriza por proporcionar uma rica troca de ideias e experiências entre professores, pesquisadores, profissionais e estudantes atuantes na área de interesse do simpósio. É sempre um desafio manter o SBRC nos padrões de qualidade que o tem caracterizado em suas exitosas edições passadas.

A programação do SBRC 2014 engloba um conjunto de atividades bastante abrangente e de alta qualidade técnica. São 21 sessões técnicas nas quais serão apresentados 66 artigos completos, selecionados por meio de um rigoroso trabalho de revisão, envolvendo uma grande variedade de temas pertinentes e atuais relacionados às áreas de Redes de Computadores e Sistemas Distribuídos. A programação inclui ainda cinco palestras proferidas por pesquisadores internacionalmente renomados e três painéis abordando temas extremamente atuais: SDN, 5G e BDaaS. São oferecidos seis minicursos, voltados à formação e atualização dos participantes sobre tópicos selecionados através de chamada pública. Adicionalmente, nove workshops são realizados em paralelo ao SBRC, focados em temas específicos e emergentes relacionados à área de interesse do simpósio. Nesta edição, também homenageamos com o prêmio Destaque SBRC uma personalidade das áreas de Redes de Computadores e Sistemas Distribuídos por sua contribuição significativa para a evolução da pesquisa e para a estruturação de uma sólida comunidade científica no Brasil.

As excelentes atividades programadas nesta edição são produto dos esforços de seus respectivos coordenadores. Um agradecimento muito especial a Markus Endler, Luciano Gaspary, Antonio Loureiro, Carlos Kamienski, Carlos Ferraz, Carlos Maziero e Alfredo Goldman pelo tempo e empenho na efetivação das várias trilhas do SBRC 2014.

Por fim, exaltamos o trabalho intenso e extremamente competente realizado pelo integrantes do Comitê de Organização Local. Agradecemos ainda às diretorias do SBC e do LARC, promotores do SBRC, pela confiança depositada em nós, e pelo competente apoio organizacional prestado pela equipe administrativa da SBC. Somos também gratos aos integrantes do Comitê Consultivo do SBRC e à coordenação da Comissão Especial de Redes de Computadores e Sistemas Distribuídos da SBC, pelos aconselhamentos e pelo suporte financeiro inicial prestado à organização do SBRC 2014. Gostaríamos de agradecer ainda aos patrocinadores do simpósio: o Comitê Gestor da Internet no Brasil, às agências governamentais de fomento – CNPq, CAPES e FAPESC – e às empresas patrocinadoras por reconhecerem o SBRC como um evento importante para o fomento à pesquisa e inovação nas áreas de redes de computadores e sistemas distribuídos.

Por fim, agradecemos aos Departamentos de Automação e Sistemas e de Informática e Estatística da UFSC, por prestarem o indispensável suporte para a realização do SBRC.

Desejamos a todos os participantes que tenham uma excelente estadia em Florianópolis e que tirem proveito de todo o conhecimento que as atividades o SBRC 2014 tem a lhes oferecer.

Os 221 artigos foram submetidos a uma avaliação criteriosa executada pelos 112 membros do Comitê de Programa e por 133 revisores associados a eles. Cada artigo foi avaliado por, pelo menos, 3 especialistas na área, sendo que a maior parte dos artigos recebeu 4 pareceres. Após a etapa inicial de avaliação pelos revisores, os autores tiveram a oportunidade de submeter uma réplica (rebuttal) aos revisores, prestando os devidos esclarecimentos. Na sequência, os revisores tiveram acesso aos rebuttals dos artigos revisados e foram estimulados a discutir as avaliações com os demais co-revisores de cada artigo, com o objetivo de refletir sobre os seus pareceres e tentar reduzir eventuais discrepâncias nas avaliações, culminando com recomendações mais coerentes sobre uma potencial aceitação ou rejeição do artigo. Para todos os artigos que estavam na zona cinza (i.e., aqueles nem claramente aceitáveis e nem claramente rejeitáveis), convidou-se, então, mais um membro do Comitê de Programa, especialista no assunto, para avaliar os pareceres e dar uma opinião final sobre o destino de cada artigo. Finalizando todo o processo de seleção, os resultados foram consolidados, discutidos e homologados pelos membros do Comitê de Programa.


Joni da Silva Fraga (UFSC)
Frank Siqueira (UFSC)

Coordenadores Gerais do SBRC 2014